Contratar um funcionário é uma etapa importante na manutenção e desenvolvimento de qualquer loja, pois um dos grandes desafios do setor é justamente reter os seus talentos.

Por isso, todo varejista deve contar com uma série de conceitos e técnicas pré-estabelecidos, para que a assertividade no processo seja cada vez melhor e que essa alta rotatividade não pegue os gestores desprevenidos.

E, para auxiliar você nesta empreitada, reunimos algumas dicas e, ao final, um checklist cujas perguntas podem guiar o seu processo de contratação para um modelo de negócios mais eficiente e harmônico. Confira!

Você tem um banco de dados?

O trabalho começa bem antes de contratar funcionário. Essa etapa do processo consiste em fazer periodicamente seleções de currículos com o intuito de manter um banco de talentos atualizado.

Com isso, caso um colaborador queira se desvincular da empresa, é muito mais fácil trabalhar com a reposição. O que funciona também para os períodos sazonais, em que a contratação de pessoas é fundamental e sua decisão deve ser a mais assertiva possível.

O profissional se identifica com o seu negócio?

Para contratar funcionários, não basta se deixar levar pela necessidade do candidato. O varejista deve encontrar, no perfil dos candidatos, semelhanças e afinidades com o seu próprio negócio.

Assim, o colaborador entende melhor o que vai vender, possui uma identificação maior com o seu produto, serviço e com o público-alvo de sua loja. Além disso, tem muito mais facilidade para absorver e transmitir a identidade visual e o tom desejado em seu estabelecimento.

Isso tudo ajuda, inclusive, na construção do DNA de sua loja. Qualidades que destacam também o merchandising, a organização e o alinhamento da sua marca com o público-alvo.

Você treina e capacita seus colaboradores?

Como dissemos, um dos grandes desafios do setor varejista é reter os seus talentos, o que torna mais intensa a rotatividade no quadro colaborativo.

Uma das maneiras de contornar isso é promovendo o treinamento e capacitação dos seus colaboradores, estejam eles há um dia ou um ano no cargo. Isso é importante porque, independentemente do tempo que ele passe em sua loja, você quer um profissional completo e capacitado para promover as vantagens de sua marca.

Além disso, existem capacitações que são específicas para lidar com o público do seu empreendimento, o que pode aliviar o medo de gestores em capacitar um funcionário para vê-lo ir à concorrência no mês seguinte.

Dessa maneira, criar uma padronização de treinamento e capacitação é fundamental para agregar ainda mais valor à sua marca.

Você sabe o que precisa dos seus profissionais?

Em complemento ao tópico anterior, é desejável que você entenda profundamente as tarefas que serão cumpridas, no dia a dia, e as qualidades pessoais que você procura em um profissional.

Assim, ao contratar um funcionário, você compreende exatamente o que deseja saber e o que perguntar. Mas, principalmente, você compreende o que identificar na pessoa à sua frente, visando criar uma rotina de trabalho mais profissional e eficiente.

Pode ser que você priorize a empatia, o tato em conversar com alguém, a vontade em aprender… E isso você delimita de maneira antecipada, ao criar um banco de talentos atualizado, fazendo com que contratar um funcionário seja um processo menos árduo e muito mais preciso.

Checklist: 10 pontos a serem observados ao contratar um funcionário

Abaixo, trouxemos 10 pontos que devem ser considerados e analisados antes de contratar um funcionário em suas lojas. Confira!

  1. Identifique o perfil pessoal mais alinhado com o mote dos seus negócios;
  2. Procure por pessoas comunicativas, que falem e demonstrem interesse em ouvir;
  3. Avalie o entusiasmo dos candidatos, um bom indicativo de que eles buscarão corresponder às expectativas do cargo;
  4. Analise as experiências anteriores, o setor das lojas trabalhadas e pergunte a respeito de suas conquistas nos empregos anteriores (como cumprimento de metas de vendas);
  5. Compare a estabilidade empregatícia dos seus candidatos (pode ser um bom indicativo do quanto eles costumam ficar em seus empregos);
  6. Avalie a aparência e postura profissional dos candidatos;
  7. Aponte os diferenciais dos seus produtos ou serviços, e descubra o quanto os candidatos se identificam com o que a sua loja tem a oferecer;
  8. Identifique qualidades que ajudam a manter a harmonia no ambiente de trabalho, como o relacionamento interpessoal e o trabalho em equipe;
  9. Pratique com os candidatos outras habilidades exigidas para o trabalho, como fluência verbal e postura, e simule algumas situações cotidianas para compreender como cada um se comportaria;
  10. Avalie competências que podem ser diferenciais no atendimento e em ações complementares de sua loja, como domínio de outros idiomas, conhecimentos em softwares, especializações na área (como atendimento ao público, oratória, técnicas de vendas etc.).

Anote as nossa dicas e aprenda a fazer diferente nos seus próximos processos!

Entenda a importância em contratar um funcionário

Com o checklist que criamos neste artigo, o processo de contratação vai deixar de ser um elemento surpresa em sua rotina e, as suas escolhas serão muito mais qualitativas.

Mas, caso a rotina impeça que você invista o seu tempo e esforços para contratar um funcionário, entre em contato conosco e descubra como podemos profissionalizar ainda mais o sistema de contratação de sua loja!

Não deixe de conferir também o nosso post sobre como motivar a sua equipe e obter melhores resultados.