A redução dos custos da empresa é um objetivo perseguido por qualquer empresário. Porém, em períodos de economia conturbada como o que estamos vivendo, atingir esse objetivo se torna uma necessidade. É preciso gastar o mínimo possível para maximizar os resultados.

Para quem atua no varejo, essa situação fica ainda mais evidente. A diferença do número de vendas entre empresas que atuam no mesmo segmento pode ser muito pequena e aquela que souber lidar melhor com os seus custos sai na frente das demais.

Levando em conta essa necessidade, confira a seguir 5 dicas para reduzir custos da sua loja!

1. Conheça os custos da sua empresa

Quando falamos em reduzir custos, não estamos falando sobre cortar gastos arbitrariamente sem medir as consequências. É necessário conhecer quais são os principais custos da empresa e estudar quais podem ser reduzidos.

Muitos empreendedores saem cortando despesas sem analisar a situação e acabam prejudicando o negócio. Deixar de gastar R$300,00 que seriam utilizados na divulgação de seus produtos pode fazer com que as vendas caiam e você deixe de ganhar outros R$500,00 de novos clientes, por exemplo.

Enquanto isso, a empresa gasta esses mesmos R$300,00 em um plano de telefone e internet que vai muito além das reais necessidades do negócio – significando um grande desperdício de dinheiro. O grande problema é conseguir enxergar essa realidade. E é apenas conhecendo os custos da empresa que será possível identificar os maiores vilões do orçamento.

2. Revise as despesas recorrentes

Telefone, internet, energia elétrica, aluguel da sala comercial, água. Esses são alguns exemplos de despesas que você precisa pagar de forma recorrente. Elas merecem uma atenção especial, pois comprometem uma parcela do seu caixa mês após mês.

Como essas despesas certamente deverão ser pagas, podemos considerá-las como custos fixos. E é por isso que a sua redução é tão importante: aqueles R$100,00 economizados ao trocar o plano de internet significa uma economia de R$1.200,00 ao longo de um ano.

3. Negocie com os fornecedores

Sempre procure negociar com os seus fornecedores para chegar a um preço melhor – mas lembrando que o acordo precisa ser vantajoso para as duas partes, afinal, o fornecedor deve ser encarado como um parceiro do seu negócio.

Conforme a confiança na relação entre a sua empresa e o fornecedor for crescendo, será possível negociar novas formas de pagamento e descontos em compras maiores. Aproveite isso para otimizar o uso dos seus recursos financeiros.

4. Dê atenção aos pequenos gastos

Existem diversos gastos que parecem tão insignificantes que passam “batidos” pelo empresário. Mas, se você parar para analisá-los, ao final de um grande período de tempo eles podem ser, sim, muito relevantes para o caixa da sua empresa.

Alguns exemplos desses custos são: fotocópia, impressão, copos de água e café, produtos de limpeza, materiais de escritório e eventuais lanches para funcionários. Experimente avaliar quanto você gasta por mês com esses materiais e produtos e pense em modos de reduzir os custos.

Você se surpreenderá como pequenas atitudes podem fazer a diferença. Adotar a prática de incentivar os funcionários a levarem canecas de casa em vez de utilizar copos plásticos, por exemplo, além de ajudar a reduzir custos, é benéfico para o meio ambiente.

5. Adote um controle de estoque

Você pode nem perceber, mas as decisões a respeito do estoque de produtos impactam diretamente no caixa da sua empresa. Quando você compra produtos demais, aumenta os custos com armazenagem e ainda corre o risco de perda. Já quando compra poucos produtos, pode perder vendas por falta de mercadorias.

Através de um controle eficiente de estoque você terá condições de definir as melhores épocas de compra e a quantidade ideal de produtos para atender às suas demandas. E com essas informações em mãos, é possível estabelecer um planejamento de longo prazo com o cuidado de gastar o mínimo possível.

As dicas apresentadas foram úteis para o seu negócio? Se você quer ficar por dentro das melhores práticas de gestão para empresas do varejo, entre em contato conosco!