O estoque é o ponto central da sua loja, uma vez que ele impacta diretamente em todas as outras áreas e, claro, no sucesso do negócio.

Pense no seguinte: produtos parados por muito tempo geram custos altos para que sejam armazenados, prejudicam as negociações com os fornecedores e, inclusive, podem fazer com que você perca lotes de produtos justamente porque a época de vendas passou.

Na situação inversa, quando os produtos saem rápido demais e ficam esgotados, você acaba gerando insatisfação para os clientes, que podem, inclusive, nunca mais voltar a comprar com você.

Além disso, não ter produtos em estoque demanda compras de emergência e, com toda certeza, você terá que pagar mais caro por isso.

Mas será que você realmente está fazendo o controle de estoque de maneira adequada? Confira o nosso checklist para fugir dos erros mais comuns e prejudicais dessa atividade tão importante:

Erro 1: Você utiliza o mesmo padrão de compra para todos os produtos

Se você mantém a mesma frequência e quantidade de compra para todos ou para a maioria dos produtos da sua loja, você provavelmente está perdendo dinheiro.

Dificilmente itens diferentes terão a mesma demanda, mesmo que eles pertençam à mesma categoria de produto.

Pense no seguinte: as roupas de tamanho médio tendem a sair mais do que as pequenas ou muito grandes. Por isso, mesmo que aquela camiseta seja a campeã de vendas da sua loja, você não deverá comprar a mesma quantidade para toda a grade de tamanhos.

Entenda as demandas da sua loja para, a partir daí, definir as prioridades e evitar com que os produtos fiquem parados.

Erro 2: Você não trabalha com a regra de ouro do controle de estoque

Esse erro está bastante associado ao primeiro, uma vez que tem a ver com a grande sacada para um controle de estoque eficaz e que não aumente os custos.

Normalmente, priorizamos os itens que saem mais rápido com a esperança de que isso traga uma folga para pagar os fornecedores apenas quando o dinheiro começar a entrar em caixa.

Essa situação é muito rara de acontecer, uma vez que dificilmente o cliente vai comprar mais rápido do que você terá que pagar os fornecedores.

Por isso, priorize a estocagem de produtos que representam um faturamento maior para a sua loja e, depois, aqueles com saída mais rápida.

Dessa forma, você ganha o fôlego que tanto precisa para os pagamentos aos fornecedores, mesmo que as vendas demorem mais para acontecer.

Erro 3: Você acredita que o inventário do estoque não é importante

Esse não apenas é um erro comum no controle de estoque, como pode ser a receita para o fracasso da sua loja.

O inventário traz todas as informações de gestão, entrada e saída do seu estoque. E não conhecer ou acompanhar esses dados pode comprometer o capital de giro e prejudicar o entendimento do comportamento dos seus clientes.

Por isso, mantenha o inventário sempre atualizado e faça dessa uma prioridade para a sua loja.

Erro 4: Você não planeja e deixa tudo para depois

O estoque, assim como qualquer outra atividade do seu negócio, precisa ser planejado com antecedência e com base em informações apuradas e verdadeiras.

Aqui, o inventário é novamente fundamental, pois é ele que vai orientar as decisões e as previsões de demandas e sazonalidades.

Por isso, vale ressaltar novamente que os controles precisam ser feitos diariamente. Deixar para depois fará com que você perca informações importantes e comprometa todo o planejamento.

Erro 5: Você utiliza métodos manuais e, portanto, passíveis de erros

A planilha de Excel pode ser uma ótima aliada no começo do seu negócio, no entanto, se você deseja crescer e almeja o sucesso, investir em ferramentas e automação é essencial.

Além de minimizar os erros e facilitar o encontro das informações, a automação permite que os vendedores tenham acesso rápido aos itens disponíveis em estoque e consigam informar aos clientes.

Pode parecer um detalhe simples, mas esse tipo de agilidade ajuda nas vendas e ainda mantém uma comunicação clara e padronizada com todos da equipe.

Agora gostaríamos de saber: você comete ou já cometeu alguns desses erros comuns e tão prejudiciais no controle de estoque? Conte para a gente nos comentários e vamos trocar experiências!